sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

17.12.10

Não sei o que escrever..


Esta tudo tão confuso. E tudo que eu consigo pensar é "não pense". Tenho medo de enlouquecer.
Tenho vontade de trocar a roupa e sair por ai, rindo e gritando feito criança... eu sou louca mesmo. Mas tem algo mais forte que fica me dizendo "fique segura". Mas que merda! Foda-se a segurança eu quero viver! Eu quero ser livre, correr por ai, voar sorrir..eu quero amar!
Sim.. eu amo, mas é que esta tudo tão confuso agora. Parece que nada me satisfaz, eu quero mais, e mais e mais e mais, muiiito mais! Eu quero ser feliz! Será isso pedir de mais?!
Eu quero dançar na chuva, correr pelas montanhas, pular as ondas, rolar na grama... eu quero ser surpreendida. Me surpreenda!
Eu quero viver um sonho, uma fantasia, o irreal, o obscuro.. eu quero ser conquistada todos os dias.
Me conquiste! Me surpreenda! Me ame! Viva!
Eu quero viver... mas o que é viver?!
O dicionário da em torno de 14 definições para a palavra viver, e ainda assim eu não sei viver. Talvez eu nunca tenha vivido, talvez eu tenha vivido a vida toda, talvez eu comesse a viver agora, e talvez eu perca a vida sem saber o que é viver.
Eu sei que vocês não estão entendendo, eu sei que esta tudo sem nexo, sem sentido, mas isso não é mais um texto, uma redação, não é um livro, não é compreensível...isso são pensamentos, são sentimentos, são palavras soltas de uma alma confusa.
Quando eu abri o blogger hoje e fui escrever uma nova postagem, eu queria falar sobre homens tarados, esses que ficam fazendo gracinhas na rua e falando coisas indecentes ao pé de nossos ouvidos, também pensei em escrever sobre alguma outra coisa da qual não me recordo agora.. mas o fato é que eu não consegui escrever, eu não consegui pensar, eu não consegui organizar meus pensamentos e nem encontrar palavras. O fato é que eu estou confusa e isso esta me matando.
O fato é que eu não consigo me prender por muito tempo em uma coisa só, e preciso sempre de mais e mais... a verdade é que eu amo a liberdade e preciso ser livre, pra fazer o que eu quiser, quando eu quiser.. Mas que diabos o que é liberdade? É isso o que você deve estar se perguntando.. mas eu te digo que se eu soubesse, talvez não estivesse assim.. perdida.
Quando uma coisa não te surpreende mais, você se cansa dela e procura outra coisa que possa te surpreender. Como uma criança, ela ganha um brinquedo que quando você aperta a o botão ele diz " Olá vamos brincar!", na hora ela acha um máximo.. mas dois três meses depois ela não vai mais aguentar aquele brinquedo que fala sempre a mesma coisa. Ai ela vai abandonar aquele brinquedo e procurar um que a surpreenda. Talvez um que diga "mamãe estou com sede" e você coloque a mamadeira na boca e ele faça glút, glút, glút... O fato é que nós precisamos ser surpreendidos, ou as coisas ficam sem graça.
Bom, é isso, eu não sei o que escrever. Apenas me surpreenda.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Uma árvore nos olha e, como as árvores pensam, ela pensa: "por que estão sempre indo e vindo? Por que não param no lugar que amam? Por que não criam raízes?"
E nós poderíamos responder à árvore: "porque nossas raízes são o vento e o lugar que amamos está sempre um pouco adiante"...

Carlos Rodrigues Brandão

terça-feira, 2 de novembro de 2010

TnA

Um dia eu ainda vou voar,
Como voam as aves no céu.

Um dia eu ainda vou flutuar,
Como flutuam as folhas ao vento.

sábado, 25 de setembro de 2010

Música da Noite...

NA RUA, NA CHUVA, NA FAZENDA
Kid Abelha

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que soy loco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...(3x)

De sapê!...

domingo, 12 de setembro de 2010

Sonho em Preto e Branco

Daniela Santos Silveira

Ontem eu tive um sonho, um sonho preto e branco, no qual os negros vinham da África trazidos por brancos que de mãos dadas (negros e brancos) desciam nos portos brasileiros com sorrisos estampados no rosto, tambores e berimbaus nas mãos e seus orixás no coração.

Os homens brancos tratavam bem seus hospedes negros, que em troca lhe ensinavam a arte da capoeira, músicas de ritmos exóticos e sua culinária que trazia; canjica, feijão-preto, arroz e cuscuz.

Em um momento do sonho os negros e os brancos se deram as mãos; um negro, um branco, um negro, um branco, formando enormes filas de homens e mulheres. No final, reparei que o mundo parecia-se com um tabuleiro de Xadrez. Fiquei feliz e emocionada, mas então, vi que um homem branco que não estava de mãos dadas, mas sim a frente de todas as fileiras, colocou uma coroa na cabeça, e pegou um chicote na mão. No inicio não entendi, mas logo reparei que em todas as pontas das enormes fileiras, haviam brancos, e que os negros estavam cercados por todos os lados, presos aos homens brancos. Sem saída, os negros abaixaram a cabeça e fizeram tudo o que o homem branco ordenou.

Acordei de um susto como quem não quer mais sonhar. -Será possível que nem em sonhos podemos sonhar?! - Foi o que fiquei a pensar.

Lembrei-me mais tarde do sonho, o que me fez pensar em quanta coisa a cultura Africana nos influenciou; na música, na arte, na culinária, na dança ou até mesmo na língua. Engraçado é que ninguém lembra disso, ninguém lembra que quase todos os ritmos de música vieram da música negra, do Jazz e do Blues, e que tudo se originou a partir daí. Ninguém lembra que o nosso arroz com feijão de todos os dias, era comida de escravos, ah... Isso ninguém lembra.

Fico a me perguntar o que nós somos; cegos, ignorantes, indiferentes, ou simplesmente racistas. É engraçado pensar que todas as respostas me parecem tão óbvias quanto certas... Sinto vergonha da nossa humanidade.

A cultura negra é maravilhosa, e tem um histórico de comportamento muito melhor do que os brancos, afinal, os negros nunca fizeram nenhum povo como escravo, e nunca tentaram apagar completamente a cultura de um povo, bem diferente dos brancos, não é mesmo?! E depois os ignorantes ainda tem a capacidade de dizer que negro é sinônimo de ladrão e de bandido; logo se percebe a falta de cultura dessas pessoas.

É fácil dizer “eu não sou racista”, assim como também é fácil dizer “vivemos em um país de igualdade racial, do qual eu me orgulho muito”. É meus caros, vocês deveriam se envergonhar de tamanhas mentiras, o país em que vivemos é baixo, nega o preconceito quando ele esta ali, embaixo dos nossos narizes, e somente os cegos, ignorantes e indiferentes não podem ver isso.

Espero que um dia o racismo seja também abolido da mente humana, pois de nada adianta ser abolido na lei, quando ainda esta presente em nosso ser.

“Então, vem vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora e não espera acontecer”

Um dia ainda chegaremos lá, um dia ainda alcançaremos a igualdade, um dia ainda alcançaremos a felicidade.

“Somos todos iguais, braços dados ou não”

Agora, sonho com o dia em que o mundo entenderá que somos todos iguais.



Sim, muita coisa é igual ao outro artigo, afinal, este artigo foi baseado naquele, é .. uma releitura digamos, porém foram acrescentadas as exigências da professora Juliana (bjs sora!).. enfim, espero que gostem! Bjs, me liga! =*

sábado, 11 de setembro de 2010

TnA

Alguns chamarão de narcisismo, outros de amor próprio, não ligo pro nome que darão, esta é a verdade; as vezes eu mesma me basto.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

As Cores Lá Fora



Daniela Santos Silveira

Fico a me perguntar o que nós somos; cegos, ignorantes, indiferentes, ou simplesmente racistas. É engraçado pensar que todas as respostas me parecem tão óbvias quanto certas.... Sinto vergonha da nossa humanidade.

É fácil dizer “eu não sou racista”, assim como também é fácil dizer “vivemos em um país de igualdade racial, do qual eu me orgulho muito”. É meus caros, vocês deveriam se envergonhar de tamanhas mentiras, o país em que vivemos é baixo, nega o preconceito quando ele esta ali, embaixo dos nossos narizes, e somente os cegos, ignorantes e indiferentes não podem ver isso. Pior do que assumir o racismo e diferenciar negros de brancos e amarelos de vermelhos, é ser racista e não assumir, é colocar uma mascara e fingir ser o que não é, é espalhar cartazes, e comercias de negros e brancos de mãos dadas e felizes pelas ruas da cidade, e depois ao caminho de casa, trocar de calçada só porque avistou um negro caminhando em sua direção. Meu caro, este é o pior racismo.

Nos dias de hoje é ridículo saber que negros ainda passam por situações constrangedoras como serem proibidos de entrar em alguns restaurantes, serem confundidos (tratados) como empregados e o pior de tudo, serem facilmente confundidos com ladrões e bandidos. Realmente parece que para os ignorantes, negro é sinônimo de ladrão e empregado. Lamento em informa-lhes, mas a escravatura já acabou, se vocês ainda não notaram, a princesa Isabel criou a lei da Áurea, abolindo completamente a escravidão.

Caros seres humanos, deixem de ser impotentes, evoluam, abram os olhos! Vocês estão em pleno século XXI e ainda não são capazes de perceber que brancos e negros são iguais, que cores não mudam caráter e que negro não é uma doença contagiosa...parem de pensar como seus tataravós, e mostrem que vocês tem capacidade de evoluir mentalmente. Se até mesmo os animais conseguem, porque nós não?! Vocês não se julgam tão mais evoluídos?! Pois bem, mostrem que são.

Como eu disse, falar é fácil, mas eu realmente sonho com o dia em que o ser humano será capaz de compreender e evoluir seus ideais. Por mais que o mundo nos decepcione, não devemos parar de lutar pela igualdade racial, eu não quero desistir de lutar, pois o mundo que aqui esta, também será o mundo em que meus filhos e netos estarão, e francamente, esta não é a realidade que um dia eu sonhei para eles.

Espero que um dia o racismo seja também abolido da mente humana, pois de nada adianta ser abolido na lei, quando ainda esta presente em nosso ser.

“Assim caminha a humanidade
Com passos de formiga
E sem vontade...”

Mas tenho certeza que um dia ainda chegaremos lá. Vamos alcançar a igualdade, vamos alcançar a felicidade.




Este artigo foi escrito para aula de português, mas como a professora fez novas exigências, tive que alterar o texto, então, farei outra postagem, com o artigo novo. Espero que tenham gostado =)

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Em dezessete anos


É, 17 anos se passaram desde o dia em que por fim eu cheguei ao mundo; desde o dia em que eu vi a luz pela primeira vez; desde o dia em que eu chorei pela primeira vez; desde o dia em que minha mãe me abraçou pela primeira vez. É, 17 anos se passaram.

1. Em 17 anos eu fiz muitas pessoas sorrirem, e muitas outras chorarem.
2. Em 17 anos eu fui a menina mais feliz do mundo, porém também já fui a mais triste.
3. Em 17 anos eu já disse eu te amo para meus amigos e sorri para muitos estranhos.
4. Em 17 anos eu já disse eu te amo para meus pais, e acredite, foi difícil. Talvez por ter sido o "eu te amo" mais sincero de todos.
5. Em 17 anos eu já evolui e regredi muitas vezes, já banquei a criança e a adulta.
6. Em 17 anos ainda não sei se sou apenas uma garota ou se já sou uma mulher, mas sinceramente, ainda não quero saber.
7. Em 17 anos eu fiz coisas das quais nem eu acredito. Coisas que até Deus dúvida.
8. Em 17 anos eu chorei uma banheira de lágrimas, e agora me purifico dentro dela.
9. Em 17 anos aprendi a olhar o lado bom das coisas.
10. Em 17 anos eu percebi que eu posso escutar a opinião alheia, mas que não preciso me importar com ela.
11. Em 17 anos eu aprendi que a coisa mais importante do mundo é o AMOR.
12. Em 17 anos eu vi muitas coisas das quais não queria ter visto, e outras das quais jamais quero me esquecer.
13. Em 17 anos fiz muitos amigos, nem todos ficaram, mas cada um deixou uma lembrança.
14. Em 17 anos perdi muito mais pessoas que eu amava, do que eu imaginei poder perder um dia.
15. Em 17 anos eu já desejei mudar o mundo, e também já desejei morrer.
16. Em 17 anos aprendi que eu tenho SIM escolha.
17. Em 17 anos eu escolhi ser feliz.



E você, o que tem escolhido?





quarta-feira, 21 de julho de 2010

O português me surpreende!

Sim, eu sei que eu prometi fazer uma postagem todos os dias sobre a copa. Pois é, a copa acabou e eu não escrevi nada, mas acreditem, eu tive meus motivos e estive muito ocupada com outros assuntos que não vem ao caso agora. E que bom que eu parei de escrever sobre a copa, pois eu detestaria escrever sobre a virada da Holanda e a derrota do Brasil... mas, vamos esquecer o futebol agora.
Bom amiguinhos eu adoraria dizer para vocês que eu tenho uma matéria super interessante para postar hoje, e compensar as semana de atraso, mas, eu não tenho. É, minha imaginação esta fraca nos últimos tempos, pelo menos para escrever postagens...
Enfim, como não tenho nada de super interessante para postar, vou compartilhar com vocês minhas ignorâncias, pois elas podem ser as mesmas de vocês. =)
Esta semana, para ser mais precisa, ontem, em meio a uma conversa com meu amigo estudante de letras Guilherme Parro (que alias já fez uma postagem neste blog), ele utilizou o verbo "ajuntar", e é óbvio que diante da minha ignorância, minha reação foi de ESPANTO e calamidade, e eu perguntei para ele "ajuntar? Isso existe?!" ... E ele no seu conhecimento disse: "sim, o verbo ajuntar, 1ª classe de verbos e blá blá blá...". Eu, obviamente ainda pasma com aquilo, fui pesquisar no dicionário online (Priberam), e não é que o bicho existe mesmo, esta lá, exatamente assim:

ajuntar -
(a- + juntar)
v. tr., intr. e pron.O mesmo que juntar.


Fiquei pasma, acho que se eu não tivesse visto estaria duvidando até agora.

E para continuar a cessão "O português me surpreende", hoje cedo descobrir que eu falava correto, e as pessoas me corrigiam errado! Háhá, é, é isso mesmo...
"Mas eu tinha pegado ele primeiro!"

"Dãã, não é pegado é pego!"

Agora é minha vez de dizer; - dãã, pego é o macho da pega! O correto é pegado!
Sim, acreditem vocês ou não, o correto é pegado, e se ainda assim duvidam, podem pesquisar no dicionário. Provavelmente será isso que vocês vão encontrar:

pego (ê)
s. m.
1. Zool. Macho da pega.
2. Minho Pequena refeição dos trabalhadores, entre o almoço e o jantar.
3. Flor de cardo que se pega no fato.
adj.
4. Diz-se de uma variedade de milho.


É, o português me surpreende a cada dia, e tenho certeza que não vai parar de me surpreender tão cedo... Posso dizer isso pela palavra idéia que agora virou ideia... É, prefiro nem comentar.

Espero que tenham gostado, e aos que já conheciam estas palavras e suas formas corretas, desculpem minha ignorância.

Au revoir!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

EU SOU APENAS O MÁXIMO - TV COLOSSO

Ai gente...
Com essa história de ficar famosa
Acontecem tantas coisas comigo
É gente gritando que eu sou linda
É gente gritando que eu sou gostosa
É gente gritando que eu sou gorda
Hum... gorda eu não sou não, heim
Ah, até que um dia
Eu resolvi conversar com meu espelho
Foi assim...
Espelho, espelho meu
Me diga por favor
Se existe alguém mais linda que eu
Se existe é mentira
Eu sou a maravilha
Mais linda que você conheceu
Dizem que eu sou vaidosa
Mas o que fazer se eu sou gostosa
Se todos estão loucos por mim
Eu tenho mais que me achar assim
Refrão (x2):
Priscila, Priscila, há, há, há
Priscila, Priscila, há

Ai gente eu me acho o máximo
Espelho, espelho meu
Me diga por favor
O cão que tem a língua de mel
Se ele é uma gracinha
Serei sua rainha
Eu Julieta e ele o Romeu
Dizem que eu sou muito prosa
Mas o que fazer se eu sou poderosa
Se a vida está sorrindo pra mim
Eu tenho mais que ficar feliz
Refrão (x4)
Ai gente, eu sou apenas o máximo
Quer saber
Eu acho que todo mundo tem que se gostar muito
Dizem que eu sou vaidosa
Mas o que fazer se eu sou gostosa
Se todos estão loucos por mim
Eu tenho mais que me achar assim
Refrão...


Do nada, me veio essa música na cabeça esses dias, acho que deve ser saudades da infância, aquele tempo em que tudo parecia fácil e bom... Eu era apenas uma criança, uma inocente criança.
É uma pena que o tempo passe... Passa e modifica.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Éramos um, feito de dois

Andava-mos juntos, sentava-mos juntos, estudava-mos juntos, comia-mos juntos, saía-mos juntos. Mas o tempo passa, passa e modifica.

Éramos nós
Um mais um
Éramos mais
Que só dois

Éramos um
Feito de dois
Mais que nós dois
Nunca então sós

Não andamos mais juntos, não sentamos mais juntos, não estudamos mais juntos, não comemos mais juntos, não saímos mais juntos.

Soma sem subtração
Múltiplos sem divisão
Dois que se amavam então
Éramos multidão

Não tem mais melhor amigo, não tem mais confidente, não tem mais almoço e jantar, não tem mais foto e sorrisos, não tem mais nada do que eu era.

E na matemática torta
Da vida aqui sem ela
Dois menos um é zero
Eu não sou nada do que eu era

Agora tem sentimento anulado, msn bloquiado, arrependimento contestado e coração despedaçado.

Éramos um, feito de dois..

Dois menos um é zero.

8 MOTIVOS PARA TEMER AS BARATAS


Se você se gaba por ser capaz de ficar tranquilo sabendo que há uma barata asquerosa em sua casa, saiba que isso não deve ser motivo de orgulho, não. A gente listou oito razões para temer (e/ou admirar, vai saber) esses pequenos monstros e não deixar que eles saiam impunes.

As baratas caseiras não têm nenhum papel na cadeia ecológica: são só pestes, mesmo Não precisa ter dó de dar aquela chinelada: aqueles monstrengos que vez ou outra aparecem na sua casa para comer restos de comida e disseminar o pânico não têm nenhuma função nobre no equilíbrio da natureza – são só uma praga, e ainda carregam doenças. Mas as que vivem na natureza são importantes, já que contribuem para a reciclagem do material orgânico e servem de alimento para vários predadores.

Barata andando pela casa durante o dia não é bom sinal As baratas não dormem, mas sabem que é hora de se recolher quando percebem a claridade e só saem quando escurece. Dentro das casas, a hora de ficar quieta no seu canto é enquanto o homem está ativo, oferecendo mais riscos a ela. Então, se você tiver um infeliz encontro diurno com o bicho, fique atento. Baratas em atividade durante o dia indicam que a população está muito alta e não há esconderijos para todas.

Elas têm pelinhos no traseiro que lhes dão informações detalhadas sobre o inimigo Você que já tentou matá-las sabe: o bicho é rápido e tem um baita reflexo. Isso se deve em boa parte a dois pelinhos que a barata tem no traseiro, chamados cercis. Eles são capazes de perceber movimentos sutis do ar e lhe permitem obter informações sobre possíveis ameaças, como localização, tamanho e velocidade. Além disso, elas enxergam muito bem, mesmo quando não há luz, e seus ouvidos são capazes de detectar até os passos de outra barata.

Elas podem roer os seus lábios enquanto você dorme – e deixam ali microrganismos que causam doenças

Esta é para você nunca mais dormir tranquilamente: as baratas têm o hábito horroroso de roer os lábios das pessoas durante o sono para pegar partículas de alimentos. Isso é ainda pior se considerarmos que os bichos podem carregar a bactéria da peste, da febre tifóide, da cólera, o vírus da poliomielite, de um tipo de herpes e ainda podem transmitir vários tipos de conjuntivite. Escova de dente, para que te quero!

Elas têm uma capacidade incrível de se multiplicar e os ovos vingam mesmo quando a mãe morre Sabe aquela gosma branca nojenta que explode quando você esmaga a barata? Aquilo é gordura e contém as reservas de nutrientes que vão alimentar as células do inseto quando faltar comida. Ali também existem algumas dezenas de ovos, que podem vingar mesmo depois que a mãe morre. A capacidade de reprodução das baratas é incrível: em 150 dias de vida, uma única fêmea consegue botar cerca de 320 baratinhas no mundo.

As baratas conseguem viver vários dias sem cabeça (!) Além de conseguir ficar até um mês sem se alimentar, o inseto ainda é capaz de sobreviver por vários dias sem a cabeça. É que suas principais estruturas vitais ficam espalhadas pelo abdômen e, nesses casos, um gânglio nervoso no tórax passa a coordenar os seus movimentos, permitindo que fujam das ameaças. Como seu corpo tem um revestimento de células sensíveis à luz, ela ainda pode localizar e correr para as sombras. Qual a forma mais eficaz de matá-las, então? Anote: aerossóis e outros produtos na forma líquida são eficientes contra a barata de esgoto (Periplaneta americana); para matar a barata de cozinha (Blattella germanica), as formulações gel são as mais indicadas.

Para fugir delas, só correndo para as calotas polares Apenas 1% das mais de 4 mil espécies são caseiras. As outras vivem na natureza, e são tão danadas que conseguem viver em quase todos os ambientes naturais, de desertos a florestas tropicais. A sua grande barreira ecológica é o frio intenso, mas nem adianta fugir para a Noruega ou a Finlândia: elas aparecerão em versões minúsculas e vão querer se aquecer no quentinho da sua casa nórdica. A única solução é correr para as calotas polares.

Fontes: Marcos Roberto Potenza, pesquisador do Instituto Biológico de São Paulo; Revista Mundo Estranho; Revista Superinteressante

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Notícias da Copa e do Mundo

França expulsa Anelka após insultos a Domenech

Nicolas Anelka foi afastado da selecção gaulesa depois de ter insultado o seleccionador Raymond Domenech no intervalo do "França x México". A contestação a Domenech é incontornável e fez a primeira baixa na selecção francesa.
"Podemos contestar uma decisão técnica, mas os termos são inaceitáveis", justificou o vice-presidente da federação francesa Noel Le Graet.
O jogador já reagiu negando ter proferido as declarações que surgiram na imprensa e aceitando a sua exclusão da seleção, numa entrevista à "Francesoir".
"A França tem um jogo decisivo na terça-feira frente à África do Sul, que pode dar a passagem à próxima fase do Mundial e eu prefiro não falar neste momento. Mas quero esclarecer que as palavras que surgiram na imprensa não eram minhas", avançou Anelka.
"Aceito a minha exclusão da seleção e desejo boa sorte aos bleus frente à África do Sul", garantiu o avançado do Chelsea, acrescentando que tem "muito respeito pela equipa de França e pelos companheiros, sem exceção".
"É certo que tive uma discussão com o técnico, mas foi no balneário. Não sei como souberam, mas quem revelou a conversa certamente que não pertencia à equipa. Nunca tive como objectivo desestabilizar a seleção francesa, uma instituição que respeito muito", finalizou Anelka.
O capitão da seleção francesa, Patrice Evra, também se pronunciou sobre o caso, afirmando: "O problema não é o Anelka, mas sim o traidor que está connosco."
"Alguém traiu a confiança do grupo e levou à imprensa o que aconteceu no balneário. Essa pessoa precisa de ser eliminada do grupo, pois quis prejudicar a seleção", argumentou Evra, referindo que "perder um colega é sempre mau".

sábado, 19 de junho de 2010

Official Music Video Of FIFA World Cup 2010

Estou viciada neste vídeo, vou decora-lo em espanhol (porque inglês vai ser difícil, huahuahahu).... Acho que vale a pena se deixar influenciar pelo ritmo de Copa, assistir aos jogos (pelo menos os do Brasil), torcer até ficar rouco, e suportar as vuvuzelas... não é emocionante saber que por 90min, cerca de 90% da população parou para torcer pelo mesmo ideal?
É, quanto a vocês eu não sei, mas eu me emociono sim em ver centenas de pessoas aglomeradas no mesmo lugar, cantando o hino nacional, e torcendo pelo mesmo objetivo, a vitória.
Então amanhã, antes do jogo do Brasil, assista este vídeo, ou a qualquer outro da Copa, afinal temos tantos, e contagie-se você também com a emoção de sermos uma nação inteira, porém com uma só voz, torcendo pelo mesmo objetivo.

Orgulho de ser brasileira. =)

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Estádios da Copa do Mundo 2010


É pessoal, eu estava aqui pensando com meus botões, e cheguei a conclusão de que já passou da hora de eu me render a Copa do Mundo. E é por isso (e porque eu gostei muito da música que fizeram para a Copa de 2010) que a partir de hoje eu publicarei todos os dias alguma notícia ou curiosidade a respeito da Copa do Mundo e da África do Sul. É isso ai galera, no final da Copa do Mundo quero que vocês estejam sabendo tudo de África! =P
E hoje para darmos início a nossa super pesquisa Sul Africana, separei todos os estádios onde ocorrerão (ou estão ocorrendo) os jogos da Copa.


Estádio Green Point

Localizado na cidade do Cabo, tem capacidade para 70.000 pessoas.

Estádio Soccer City

Localizado em Johannesburg, tem capacidade para 95.000 pessoas.

Estádio de Free State

Localizado em Bloemfontein, tem capacidade para 45.000 pessoas.

Estádio Loftus Versfeld

Localizado em Pretória, tem capacidade para 50.000 pessoas.

Estádio Nelson Mandela Bay

Localizado em Port Elizabeth, tem capacidade para 50.000 pessoas.

Estádio Royal Bafokeng

Localizado em Rustenburg, tem capacidade para 42.000 pessoas

Estádio Ellis Park

Localizado em Johannesburg, tem capacidade para 72.000 pessoas.



Estádio Mbombela

Localizado em Nelspruit, tem capacidade para 46.000 pessoas.

Estádio Peter Mokaba

Localizado em Polokwane, tem capacidade para 46.000 pessoas.


Amor, o maior valor

Homem- Olá, meu nome é Venancio, estava passando e vi você, tão bela e tão jovem, sua pele macia como uma rosa, e seu olhar..seu olhar, parece que carrega todo o brilho das estrelas do céu.
Gostaria de que a senhorita virasse minha esposa, te daria jóias, vestidos, um castelo e centenas de criados, te darei tudo de mais pecioso que meu dinheiro puder comprar, e em troca só peço que
seja minha esposa, mãe de meus filhos e que me honrre como seu marido.
Mulher- Lamento, mas dinheiro nenhum no mundo vale mais do que amor. Não posso ficar com você, amo a outro homem.
Homem- E o que este homem tens a te ofereçer?
Mulher- Amor, ele me ama como se eu fosse a unica mulher do mundo, ele me faz sentir a mulher mais linda e mais amada, ele me é fiel, e carinhoso, não é como os outros homens, não é como você!
Homem-Quando veres que todos os homens são iguais, vai se arrepender de não me querer, pois eu sou um homem muito rico, eu possuo terras e tesouros interminaveis, eu posso lhe oferecer tudo, sem falar
de minha extrema beleza.
Mulher-Mas meu amado não, meu amado que de tão bom, brilha mais do que o sol do meio dia ou a lua da meia noite..e que noite! Meu amado, cujo o sorriso reflete o brilho das estrelas do céu, e quando me beijas, me leva aos céus como num toque de mágica. Meu amado, não é como os outros homens.

Daniela S. Silveira


Gente, achei isso na minha pasta no computador, sabe-se lá Deus quando foi que eu escrevi isso, hauhauhuahu... mas sabes que eu gostei! Espero que tenham gostado também, apesar da repetição de palavras.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Plano de fundo

Bom dia pessoal!

Como vocês já devem ter notado, o plano de fundo foi modificado, mas, isso ainda não é definitivo.
Se quiserem, podem fazer comentários falando o que acham sobre o novo plano de fundo e o que poderia ser feito para melhorar.

Conto com a ajuda de vocês para melhorarmos cada dia mais o blog!

OBS: Feliz aniversário Conrado! :D

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Como reconquistar alguém que não quer ser reconquistado

Como pedido de leitor não se recusa (Teixeira, você é uma exceção, pois você pede textos e não uma matéria exata!), então hoje vou postar algumas dicas de como reconquistar alguém que NÃO quer ser reconquistado. Porém, antes disto, vou lhes dar algumas dicas do que você NÃO deve fazer na tentativa de reconquistar a pessoa desejada. Acredite, o que eu citar abaixo, só afastará a pessoa que você quer reconquistar.

O que NÃO fazer...

1 - Dizer que ama a pessoa mais que TUDO no mundo.
2 - Mostrar-se deprimido na intenção de que a pessoa se sinta mal e queira voltar.
3 - Dizer insistentemente que mudou e que vocês deveriam voltar.
4 - Usar dinheiro, ciúmes, filhos, e outros tipos de manipulação para forçar a volta.
5 - Ficar com outra pessoa, só para fazer a pessoa (à ser reconquistada) sofrer e ver que ainda te ama.
6 - Ficar ensaiando na frente do espelho o que dizer quando se encontrar com a pessoa.
7 - Mandar mensagens, e-mails e ligar sem parar.
8 - Tentar fazer amizade com os pais da pessoa e se tornar o genro (nora) que eles pediram a Deus.
9 - Pichar o nome da pessoa em uma parede pública declarando o seu amor.
10 - Demonstrar que quer voltar a todo custo.

O que DEVE fazer...

1 - Se recuperar emocionalmente.
2 - Não perseguir a pessoa.
3 - Agir como se nada estivesse acontecendo.
4 - Conhecer pessoas novas.
5 - Não se tornar ciumento.
6 - Arrume-se, ande sempre no seu melhor.
7 - Aprenda com os erros do passado.
8 - Quando a pessoa entrar em contato, não fale imediatamente sobre a relação.
9 - Trate a pessoa como um bom amigo.
10 - Tenha paciência!

- O processo de reconquista é demorado, pode levar semanas e até meses, portanto, não entre em pânico caso a pessoa não te procure em duas ou três semanas. Este processo exige muita paciência e sangue frio, não pense que vai ser fácil, um dos principais passos é o de desligamento, você não pode se prender a esta pessoa, você deve ignora-la, não estou dizendo para passar reto por ela na rua, mas sim, para não abrir a janela do msn e mandar um "Oiiiie" acompanhado de coraçõezinhos assim que ela entrar. Sim, você deve sorrir e lhe dar Oi quando passar por ela na rua, porém, nada de parar e dizer:" - Estou sentindo a sua falta, cada dia sinto que te amo mais, você não sente o mesmo?! " Por favor, contenha-se! Isso só vai fazer a pessoa se afastar de você, a pessoa precisa sentir você distante, você deve mostrar a ela que você esta bem, que a sua vida continuou, deixe ela sentir sua falta.
Ande sempre cheiroso(a), arrumado(a), quem resiste a uma pessoa bem afeiçoada?!
Recuperar-se emocionalmente também é extremamente importante, afinal, quem quer um(a) depressivo(a) ao seu lado?! Mostre-se feliz, você ainda é o mesmo de sempre, use e abuse do mesmo charme que a conquistou pela primeira vez.
Fale com outras(os) mulheres(homens), isso certamente vai afetar sua(seu) ex, fazendo, quem sabe, ela(e) voltar a si. Mas, cuidado para não passar a impressão errada, você não quer que a pessoa pense que você já arrumou outra(o).
Não trate a pessoa como sua ex, embora seja, trate-a como uma velha amiga. No final você vai ver que todo o seu esforço obteve resultados. E quando estiverem juntos novamente, se for o caso, sentem e discutam o motivo do termino do namoro, afinal, não vale a pena iniciar novamente um namoro que terminara dali a um mês.

É isso ai caro leitor, espero ter ajudado. Qualquer dúvida pode mandar pelos comentários que eu responderei.


Mande você também suas dicas de temas para o blog!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Oração das Mulheres Resolvidas


Que o mar vire cerveja e os homens tira gosto,
Que a fonte nunca seque,
e que a nossa sogra nunca se chame Esperança,
Porque Esperança é a última que morre...
Que os nossos homens nunca morram viúvos,
e que nossos filhos tenham pais ricos e mães gostosas!

Que Deus abençoe os homens bonitos, e os feios se tiver tempo...
Deus, eu vos peço sabedoria para entender um homem,
Amor para perdoá-lo e paciência pelos seus atos,
Porque Deus, se eu pedir força,
Eu bato nele até matá-lo.

Um brinde...
Aos que temos, aos que tivemos e aos que teremos.
Um brinde também aos namorados que nos conquistaram,
aos trouxas que nos perderam
e aos sortudos que ainda vão nos conhecer!
Que sempre sobre,
que nunca nos falte,
e que a gente dê conta de todos! Amém.

P.S.: Homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia para o jantar.

OBS: não fui eu quem escreveu isso, eu recebi por e-mail e resolvi compartilhar com minhas adoráveis leitoras. Espero que gostem! =)

domingo, 16 de maio de 2010

Despedida

A despedida tem um sabor meio amargo, daqueles que demoram pra descer pela garganta... e mesmo que desça, sempre fica um gostinho ruim na boca.
É estranho como a gente fica sem chão, não pensa, não consegue raciocinar direito. Não sabe o que dizer, pra onde olhar, onde ir... fica perdido, como se de repente alguém tivesse apagado a luz, e você ficou ali, imóvel, sem entender direito.
É tão ruim o nó que dá na garganta, o aperto no peito, a tremedeira no corpo e a falta de forças nas pernas. É tão ruim saber que as lágrimas estão escorrendo, e você não consegue detê-las, nem tão pouco disfarça-las, pois até perdeu o movimento do corpo.
Mas tão terrível quanto querer abraçar e não conseguir erguer os braços, é querer dizer " Eu te amo, fica comigo!" , e então descobrir que perdeu a voz.
O melhor de tudo isso, é que a nossa visão continua funcionando perfeitamente, e assim, vemos a pessoa amada partir, sem nada conseguir fazer para impedir.

Daniela S. Silveira

quarta-feira, 28 de abril de 2010

A relação entre escolaridade e salário

Obviamente já esta bastante claro que trabalhadores mais escolarizados têm mais chance de obter um emprego em relação às pessoas com menos escolaridade, além de se reempregarem mais rapidamente, quando ficam desempregadas, por qualquer que seja a razão.

Algumas pesquisas afirmam que quando o jovem passa do ensino médio para o ensino superior, a taxa de empregabilidade sobe de 68% para 78% e ele tem um aumento de quase mil reais de salário. Contudo, esta pesquisa é relativa pois o mercado de trabalho esta cada vez mais exigente, porém, cada vez mais economista.

Na minha opinião os anúncios de empregos deveriam descrever as carácteristicas de seus futuros funcionários da seguinte forma: Procura-se jovem com ensino superior, vontade de aprender e pronto para "novos desafios" (para não dizer: "superar seus limites"). Agora vamos traduzir isso para uma linguagem mais informal: Procura-se jovem com boa saúde, disposto a fazer horas extras sem remuneração e que se contente com um salário médio inferior.

É claro que não é dificíl para o mercado de trabalho encontrar candidatos para estas vagas (que eu pessoalmente descreveria como "exploradoras"), afinal, todos que saem de uma faculdade ou curso técnico estão sempre em busca de um trabalho no qual eles possam exercer suas determinadas funções, pelas quais eles tanto se esforçaram para garanti-las em seus currículos, e certamente quando a opurtunidade aparecer, eles não a deixarão escapar, mesmo sabendo que terão que servir cafézinho para seus superiores, o que alias eles fazem com um sorriso (sinico) no rosto, pois eles sabem que todo mundo serve cafezinho um dia, e que agora é o momento deles, e acima de tudo sabem que se eles designarem bem a sua função dentro do mercado de trabalho, um dia alcançaram o grande sonho da sala própria e quem sabe até sentem em uma cadeira confortável.

Tudo bem, não seremos tão radicais, pois graças ao bom santo protetor dos estudantes e trabalhadores, ainda existem empresas que realmente valorizam os seus funcionários.
Voltando ao tema principal do texto, podemos compreender que o salário depende da escolaridade, que o cargo que um sujeito vai designar depende da escolaridade, que a empresa
vai seleciona-lo de acordo com a escolaridade que ele possue. Ou seja, um sujeito sem estudo não tem muitas chances de ter um bom salário, um sujeito sem estudo na maioria das
vezes não tem condições de ter uma vida digna diante da sociedade, que com sua vasta ignorância, ignora os ignorantes.

Fugindo mais uma vez do tema principal, eu não me contentaria em terminar este texto sem antes falar das pessoas com escolaridade inferior (já que eu me elevei falando das que
tem ensino superior). Imagine um jovem de uma família pobre, cujo seus pais são analfabetos e tem como profissão catar latinhas e papéis. Agora imagine que a mãe desta criança mesmo sendo "ignorante", sabe a importância dos estudos. Ela então matricula seu filho em uma escola pública próxima a sua residência, ou seja, uma escola pública em um ambiente carente. Seu filho a princípio se anima com a idéia de estudar, mas como em todas as escolas públicas (principalmente as em regiões mais carentes) as professoras são rudes com os alunos, faltam e aprensentam atestados, sem falar de quando simplesmente não existem professores de determinadas matérias. Certamente seu filho, assim com mais de 50% das crianças deste colégio desistiram de estudar antes mesmo de completar a 6ª série. Serão essas crianças que farão todo o serviço pesado e ganharam os menores salários. E a culpa é de quem? Dos pais analfabetos que não souberam educa-lo, do jovem que não aguentou até se formar ou do precário ensino que estado e município nos fornecem?

Não seria maravilhoso para o governo se mais da metade da população fosse ignorante? Assim, a população não teria conhecimento para impor seus direitos e os representantes de elevados cargos manteriam sempre seus salários altos enquanto roubam a reles população que já ganha uma miséria.

É, vendo assim, eu voto no precário ensino que o estado e municipio nos fornecem, como causador dos mais de 50% de desistencias nos estudos.

Enfim, agradeço pelos meus estudos, e por todos os jovens que não desistem só porque já desistiram deles.

Daniela S. Silveira

terça-feira, 30 de março de 2010

Fim da noite - Adryana e a Rapaziada

Você nunca vai me ver sofrer
Não consegue me fazer chorar
Não vai!
Isso eu disse prá te convencer
Que eu nem ligava em te perder
Que eu queria tudo terminar
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Na primeira noite eu nem liguei
Deu até vontade de dançar
Demais!
Eu conheci pessoas que eu gostei
Só no fim da festa eu me lembrei
Que você não vinha me buscar
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
No fim da noite
Que eu não quis você
Que eu tinha
Todo o tempo prá viver
Que o meu coração
Foi despertar
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
A solidão!
Eu descobri
Que nada sei de mim
Eu digo "não"
Mas eu te amo, sim
E sem você
Não sei nem me cuidar
Ah! Ah! Ah! Ah!
Ah! Ah! Ah! Ah!
No fim da noite
Eu queria te ver
E nos teus braços
Dormir e sonhar
Meu pensamento
Buscando você
Tudo prá me arrepender
De te deixar...
No fim da noite
Não sei o que fazer
Sou de momentos
Sem nada depois
E o sentimento
Me faz entender
Que o amor da noite
É o fruto de nós dois!
No fim da noite
Que eu não quis você
Que eu tinha
Todo o tempo prá viver
Que o meu coração
Foi despertar
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
A solidão!
Eu descobri
Que nada sei de mim
Que eu digo "não"
Mas eu te amo, sim
E sem você
Não sei nem me cuidar
Ah! Ah! Ah! Ah!
Ah! Ah! Ah! Ah!
No fim da noite
Eu queria te ver
E nos teus braços
Dormir e sonhar
Meu pensamento
Buscando você
Tudo prá me arrepender
De te deixar...(2x)
No fim da noite
Não sei o que fazer
Sou de momentos
Sem nada depois
E o sentimento
Me faz entender
Que o amor da noite
É o fruto de nós dois!

segunda-feira, 29 de março de 2010

Dream or reality

Sonho ou realidade... eu já não sei.

As vezes você esta aqui, e tudo é tão perfeito; a gente ri, a gente brinca...até parece como antes, a diferença é que parecemos mais felizes.
Você vai embora, diz que vai voltar e some. Eu fico a te esperar mas você não vem, os dias passam de vagar, já me vejo perdida novamente, como posso ter caido de novo nesta armadilha, é o que fico a me perguntar.
Já não sei se foi verdade ou mentira, realidade ou sonho.. as vezes sinto que foi tudo fruto da minha imaginação, um grande delírio.
E quando eu já estou crente de que tudo não passou de um sonho, vem você e bate a porta, como se nada houvesse acontecido, você apenas retornou ao lar, o seu lar, ao meu lado.
Por mais que sinta raiva de você, não consigo te mandar embora, pois agora já sei como é a dor de te perder, e é muito maior do que quando eu imaginava.
Você me ganha com o olhar, o sorriso, a lábia. Maldita lábia a sua, jura que me convence com suas desculpas! Se bem que, quando te mandei embora, e você realmente foi, tudo o que eu queria era que voltasse, nem que fosse com a pior desculpa do mundo, a pior mentira, e mesmo que não me convences-se, eu certamente fingiria acreditar. Até mesmo a pior mentira pode ser melhor do que o grande vazio que eu carreguei no olhar.
Agora eu estou assim, entre o sonho e a realidade, esperando mais uma vez você voltar.. Mas será que volta? É.. talvez não hoje, e nem amanhã, mas você volta. E eu, eu não vou questionar por onde você esteve, ou com quem esteve, não vou chorar a sua frente e perguntar o porque demorou tanto, o porque me deixou.
Quero fingir que nada aconteceu, que eu posso me entregar sem culpa, faz de conta que é um sonho, quando eu acordar sei que vou estar sozinha, mas não posso desperdiçar este momento, sonhos foram feitos para serem sonhados, e quem sabe amanhã eu sonhe de novo.


Daniela S. Silveira

quarta-feira, 24 de março de 2010

Já não sei - Daniela S. Silveira

Eu passo
(a noite)
Chorando pensando em você

Eu sigo
(o dia)
Caminhando sozinha
Querendo te ver

E já não sei o que fazer
E já não sei como te esquecer

(eu passo a noite)
Chorando pensando em você
(eu sigo o dia)
Caminhando sozinha
querendo te ver

E já não sei o que fazer
E já não sei como te esquecer

Sempre tentei encontrar
Alguém que eu pudesse amar
Alguém para confiar

Mas você não esperou
O tempo passou
Você não voltou

"Ehh.."

Eu passo
(a noite)
Chorando pensando em você

Eu sigo
(o dia)
Caminhando sozinha
Querendo te ver

E já não sei o que fazer
E já não sei como te esquecer

Daniela S. Silveira
(Todos os direitos reservados)

segunda-feira, 22 de março de 2010

Basic

Sei que seu coração dói
Sei que o mundo lhe destrói
Não, não se entregue assim irmão
Vale a pena viver
Nova vida viver







A felicidade se encontra
Nas coisas mais simples da terra,
Às vezes a paz de um sorriso
Pode desarmar uma guerra

quarta-feira, 10 de março de 2010

Dito cujo "Problema"

O mais incrível de tudo, é que quando parece que as coisas estão se ajeitando, que esta tudo finalmente dando certo, os problemas do passado voltam para nos assombrar. Mais incrível ainda é que por mais que você saiba que este problema vai te atrapalhar, que ele vai lhe fazer mal, você não consegue parar de pensar nele e na possibilidade de ele vir a dar certo. Você só esquece que certos problemas, serão sempre problemas, certas coisas nunca mudam.
As horas passam, o "problema" nem esta aqui, e mesmo assim lhe atrapalha mais que tudo, por que ele não lhe sai da cabeça. Você pensa nele o tempo todo, será que ele vai voltar mesmo, ou é só mais uma brincadeira pra lhe atazanar a mente... você não sabe. E este não saber é o que mais lhe perturba.
Você fica esperando problema chegar, pensando qual é a melhor forma de agir, como conserta-lo... no fundo, você até quer que o problema volte. Mas ai você cansa de esperar, cansa por que não sabe qual vai ser a sua real reação, e principalmente, cansa simplesmente por saber que dessa vez o problema não vai voltar, você já o resolveu antes, é assim, as vezes ele aparece, as vezes some por muito tempo, mas provavelmente nunca terá a mesma intensidade, a intensidade da primeira vez que ele apareceu, a intensidade que você espera, mas que nem saberia reagir de novo diante dela.
Problemas, e mais problemas, nossa vida esta repleta deles, mas alguns, insistem em ficar para sempre. Talvez nós devêssemos aprender a conviver com eles.

Daniela S. Silveira

quarta-feira, 3 de março de 2010

Te Procuro - Leela

Finjo ser invisivel, pra não ter que te encarar...
Afogo na piscina pra você me salvar

Tropeço na escada pra você me pegar,
Crio mil feitiços pra tentar te conquistar...

Eu só quero brincar com você
Eu só quero brincar com você...

Tenho todos que quero,
Mas perco o ar quando te vejo,
Saio com seus vizinhos só pra você..
Me notar

Tropeço na escada pra você me pegar,
Crio mil feitiços pra tentar te conquistar

Eu só quero brincar com você
Eu só quero brincar com você...
Eu só quero..quero... brincar com você
Eu só quero brincar com você...

Eu só quero brincar com você
Eu só quero brincar com você...
Eu só quero...quero... brincar com você
Eu só quero brincar com você...

Não me despreze...
Eu sou pior que você
Não tenha medo....
Eu só quero brincar

segunda-feira, 1 de março de 2010

Palavras sábias - I

Cada pessoa que passa na nossa vida, passa sozinha, porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada pessoa que passa pela nossa vida passa sozinha, não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso .

- Saint Exupery .

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Delicadeza

[...]Se delicado era, não era homem, ou quase nada de homem possuía.

[...] Já ela, em sua natural sabedoria, dizia que um homem delicado conquista sua mulher todos os dias sem que ela perceba. E, mesmo querendo, jamais encontrará alguém que o substitua. Referia-se a delicadeza do gesto de apreciar uma comida, reparar a mudança do penteado, do perfume, do vaso de flores colocado na mesa para alegrar seu almoço ou jantar. delicadeza para seduzir a mulher na cama todas as noites como se ainda fosse a primeira noite. Delicadeza de perguntar como foi seu dia , ainda que todos os dias ela preenchia seu tempo exatamente com as mesmas tarefas. Delicadeza de saber onde, em que ponto de seu corpo gostava de ser beijada, sem que falasse. De perceber a falta de brilho no seu olhar quando se entristecia. De entender sua alma e seu coração com um simples suspiro. Essa era a delicadeza que faltava.

Do livro Mulheres,
de Ana Paula Moraes

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Fantasias

Estou exausto de construir e demolir fantasias. Não quero me encantar com ninguém.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Longe

Quanto mais longe vou
Menos perto desejo estar

Cada quilômetro andado
É uma história que irei apagar

Não fique esperando eu desaparecer
Pois o horizonte não é o final

Quando você pensar em correr
Eu já vou até ter esquecido você

Seu esforço em me convencer será em vão
Rochas chorão mas coração de pedra não

Lágrimas não vão apagar o que passou
Assim como seus passos jamais alcançarão meu coração

Você podia ter me chamado quando eu estava a sua frente
Mas esperou eu desaparecer em meio a escuridão

Me deixou só onde ninguém podia me ver
E Agora que você se vê sozinho

Implora pelo meu calor, meus braços
Mas ninguém pode abraçar o que não se vê

E tudo que te digo agora: Chora
Quem sabe assim aprenda o que é amor


Daniela S. Silveira

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Mundo Real

Este é o mundo real, o mundo onde você não pode apagar suas falas e nem falar o que der na cabeça. Este é o mundo real, e eu sinto tanta falta do virtual, difícil diferenciar, queria que fosse real.
Eu estou aqui, você esta ai, a distância é tanta, mas depois de 20min de conversa até esqueço que ela existe, é como se você estivesse aqui. Na hora do Log Out o mundo real vem a tona, e isso é terrível, o mundo real é terrível, ele também deveria ter um botão de log out.
As vezes esqueço que o mundo real existe, e mergulho de cabeça no virtual, quem nunca fez isso? Se não fez é claro que já desejou faze-lo, afinal, aqui tudo é possível. Amores, viagens, sonhos que viram realidade em um clique, você tem um namorado, um amante, uma fazenda, você pode falar com todos os seus amigos sem nem precisar de bônus para isso. Quem não gostaria de viver neste mundo? Quem não esqueceria do real?
Hoje sou Madonna, amanha serei a Hilary Duff, mas domingo é a vez da Aline Moraes, ninguém vai saber mesmo, eu posso ser quem eu quiser, isso não é real mesmo, é como um sonho, você pode fazer tudo, e quando acordar, você volta a ser quem você é. Talvez essa seja a pior parte.
Não é por nada não, mas quem me conhece sabe, o mundo real nunca me agradou, sempre gostei de sonhar, talvez seja por isso que eu durma até tarde sempre que possível, gosto de sonhar, de imaginar, de me perder em meio as histórias, o mundo real me assusta, e quanto mais eu o conheço, mais anseio pelo sono.
Não que tudo seja ruim, só 90% é, 10% ainda se salva, ou não, porque do jeito que as coisas andam indo... mas não quero entrar em detalhes, detalhes são essenciais, mas geram muitos conflitos. A verdade é que o mundo virtual é a salvação que eu encontro no fim do dia, é ele que me trás (ou trazia) de volta os sonhos, sonhos que a vida real me tirava ao longo do dia, porque eu sabia, quando eu ligar o computador tudo isso vai passar.
O problema é que agora o mundo virtual já não me satisfaz, a vida real também não, os sonhos duram pouco e os pesadelos muito. Por isso, hoje quando eu deitar, não vou colocar o telefone para despertar, já não quero acordar.

domingo, 31 de janeiro de 2010

OS DELÍRIOS DE CONSUMO DE DANIELA S. SILVEIRA

"Hoje foi um dia daqueles, onde você tem que acordar cedo e correr para conseguir fazer tudo, um daqueles dias onde nada, nada mesmo pode estragar a sua rotina, pois um atraso e tudo sai errado."

Acordei as 6h da manhã, tomei um banho demorado que gerou um atraso, sai de barriga vazia, bolsa no ombro e pasta na mão. Cheguei 15min atrasada no primeiro compromisso, tudo bem, foi relevante. Saindo de lá, passei no mercado e comprei barras de cereais para o café da manhã, me dirigi ao próximo compromisso.
Já era meio dia, eu ainda tinha longos 50min de intervalo até meu próximo compromisso, e esse sim, não poderia haver atraso. Almocei um delicioso Chicken Wrap, que é claro não me satisfez, então, comi uma barrinha de chocolate de sobremesa. Vendo quanto ainda tinha de dinheiro na carteira, cheguei a conclusão de que precisava ir ao banco por garantia, mas no caminho do bando, me deparo com uma vitrine linda, com uma saia linda, e um vestido lindo.
É cláro que eu entrei na loja, eu ainda tinha 35min para experimentar o que eu quisesse, e depois sair de mãos abanando. Peguei um colete, depois de longos 5min de busca, achei a tão esperada saia, e no caminho por ventura me deparei de novo com o vestido preto de bolinhas brancas da vitrini, e já que ele estava insistindo tanto, levei-o para o provador também.
No provador tudo é mágico, você tira a roupa e seus sonhos de corpo perfeito acabam ao se ver semi nua naqueles dois espelhos que fazem questão de mostrar até as menores celulites, aquelas que você achava que não eram visíveis a olho nú. Mas acorda do choque em alguns instantes e começa o grande troca troca de roupas. Primeiro o colete, era bonito, mas não combinou com a minha blusa, descartado. Depois o vestido, estava louca para experimentar a saia logo, mas o vestido estava na frente então.. entrou como uma luva, parecia ter sido desenhado pra mim, senti que aquele pequeno provador agora tinha um brilho como nunca antes havia tido, eu precisava daquele vestido, e eu sabia que ele precisava de mim. Após cerca de 5min me olhando com olhos de criança quando vê um avião passando no céu, tirei o vestido e coloquei a saia, e acredite, a saia tão esperada havia perdido o brilho, assim como aquele provador perdeu assim que tirei o vestido. Não havia mais dúvidas, eu precisava compra-lo.
Saindo do provador, me deparei com uma fila gigante de pagamento, mas eu não ia desistir agora, afinal era o último no meu número. O tempo passava, passava, e a fila não andava, eu já estava entrando em crise, não podia deixar meu vestido, mas também não podia me atrasar. Fiquei ali, batendo pé, roendo o canto da unha, pensando no saldo da conta bancária que já estava no seu limite. O incrível é que eu não sai da fila, pensei " Daniela você não é assim, juízo, saia logo dai!", pensei em tudo que poderia sair errado por causa de um vestido de algodão e poliéster mas, eu não podia deixa-lo, ele era perfeito.
Finalmente chegou a minha vez, dei o cartão, mas o cartão não passava, uma, duas, três vezes, e o cartão não passava. Quando achei que ia surtar, a atendente descobriu o erro, ela estava colocando código de segurança em um cartão com senha. Compras feitas, desejos realizados, podemos seguir aos compromissos, que a partir dai, não preciso nem dizer que foi um desastre total.

"Eu já tinha tido crises de consumo, mas nunca uma tão forte quanto esta, depois, no ônibus a caminho de um dos compromissos, lembrei do filme "Os delírios de consumo de Beck Bloom", e juro, entendi como nunca a Beck, me senti a Beck, tenho medo de ser uma Beck. "